Ainda é salgado, são R$23.800,00 pelo kit completo, mas é o primeiro com procedência e garantia de uma empresa constituída, no Brasil. A quem tiver bala, sugiro tirar um carro arrebentado em um leilão do Detran, mandar aliviar (peças de fibra, alumínio, et cétera) para render mais e aproveitar não só o pioneirismo, mas o facto de estar colaborando para um avanço real.

Eis a matéria e ignorem certos comentários exibicionistas:

http://www.noticiasautomotivas.com.br/electro-lanca-kit-para-conversao-de-outros-modelos-custo-pode-chegar-a-r18-800/

Electro lança kit para conversão de outros modelos. Custo pode chegar a R$18.800

Você conheceu aqui no NA o primeiro Palio elétrico realmente comerciável do mercado nacional, o Electro Palio.

electro palio 2 Electro lança kit para conversão de outros modelos. Custo pode chegar a R$18.800 

 Talvez você tenha gostado da idéia, mas não gostou de ter apenas a linha Palio e seus derivados como únicas opções para conversão.

Vendo isso, a Electro criou um kit de conversão para outros modelos de carros presentes no mercado nacional.

O “kit Electro” se adapta a vários modelos, mas existem restrições para a conversão. O modelo escolhido tem que ter espaço suficiente para receber o motor elétrico da Siemens.

Além disso, o peso do veículo não deve ser superior a 1.200 kg. O kit custa R$23.800, mas vendendo-se as peças que foram retiradas do veículo, o valor cai para aproximadamente R$18.800 em carros novos ou R$21.300 em usados.

O kit é fornecido completo e o cliente monta seu próprio carro com assistência da Electro. O conjunto é composto de manual de montagem, baterias para tração, motor (20CV), inversor, bomba de vácuo, carregador principal, carregador secundário, conectores, cabos, borrachas, carpete, cola, barras de alumínio, tubo de ar comprimido e cola.

Não vai o encaixe do motor com o câmbio e nem os suportes (ex: da bomba de vácuo), pois cada veículo tem um modelo diferente. Portanto será necessário um torneiro mecânico para fazer a peça.

A Electro recomenda alguns modelos como Gol, Golf, Saveiro, Voyage, Peugeot 206/207/307, Mégane, Clio, Ka, Focus, Astra, Uno, entre outros.

Quem desejar um motor mais potente (30 cv) terá de desembolsar mais R$1.000. A transformação leva de três a quatro semanas.

Com o kit Electro, o custo de transformação foi drasticamente reduzido de R$29.000 para até R$18.800, o que possibilita um carro novo de R$22.990 – exemplo do Clio em promoção nas revendas – sair transformado em elétrico por R$41.790. Preço similar ao do Symbol, mas com emissão zero e custo reduzido para rodar.

Enquanto engatinhamos, nos estados Unidos os kits já existem há anos e fazem muito sucesso, e não existe limitação de potência, só de bolso:

http://www.electroauto.com/

E independentes que fazem misérias com seus adaptados, fazendo esportivos, como Corvettes, comerem poeira sem dó:

Anúncios