Cara, aí! Adorei o litoral brasileiro, aí... Mó sol!

O caminhãozinho acima é uma pesquisa da Sanyo, que usa as células para recarregarem as baterias. Dezesseis horas com elas acionadas, oito horas na tomada. Ainda não está à venda por questões práticas, como o baixo fornecimento de energia das placas photovoltaicas, as melhores (que não se destroem em poucos anos) não passam de 150wh/m², com luz plena. Uma Kombi com o teto todo forrado com as melhores (e caríssimas) células do mercado, não conseguiria muito mais do que um cavalo-vapor com o Sol a pino. Dá para andar bem devagar, fazer baliza de graça, enfim, mas um cavalo é insuficiente para o uso normal.

Até eu reunir material eis aqui um site a respeito, o solar powered cars, que faz o que pode para estimular e manter o povo informado. Entrem lá que vale à pena.

Até mais.

Anúncios