O carro é bonitinho. Pequeno sem excessos, duas portas de bom tamanho em vez de quatro minúsculas, que atrapalhariam o acesso e conta com a garantia das quatro argolas da Auto Union, da qual a Audi deriva.

São 61cv e 15,29kgfm contínuos, ou 102cv e 24,47kgfm de pico em acelerações bruscas. Chega a 130km/h, limitados electronicamente e faz de 0 a 100km/k em 10,2s. Andando bem, roda 50km sem recarga, mas se precisar um gerador Wankel de 20cv e 245cc acrescenta mais 200km à autonomia. Andando devagar e com calma, pode-se rodar perto de cem quilômetros sem queimar combustível.

De resto é o que já sabemos do A1, um sucesso de vendas resultante de uma das receitas mais felizes de toda a história do automóvel. Um carro compacto com espaço para quatro mais bagagem, acabamento perfeito e um recheio de fazer inveja. Os motores são directamente ligados às rodas, eliminando vários componentes e seu respectivo custo de manutenção, bem como as possibilidades de quebras em situações extremas.

Se eu tivesse bala, já teria encostado um gerente de concessionária na parede  para “pedir delicadamente” ao menos dois, um para customizar e envenenar.

Acontece que o carrinho nem entrou em produção seriada e já há gente na Europa fazendo o que eu faria, já há candidatos limpando a garagem para recebê-lo. Acontece também que o carrinho nem entrou em produção e já há idiotas achincalhando-o. Sabem o que são trolls? Não os místicos. São internautas desocupados com o nível evolutivo de uma centopéia, que só entram na rede para causar problemas. A maioria é aborrescente exibindo valentia, mas há uma parcela de adultos com mentalidade de aborrescentes que só querem exibir valentia. Depois voltam às suas vidas medíocres que em nada melhoram após os ataques.

A crítica mais comum é contra o desempenho. Eles não se contentam em enumerar motivos (quase todos subjectivos) para não comprar, se esmeram em aguardar quem diga que compraria, para chamar a turma e praticar bullying cibernético contra a pessoa. Chamam de otário quem compra um carro que não serve para exibir às menininhas fúteis que cabulam aula aos portões do colégio, atraindo toda sorte de meliantes e atrapalhando quem quer estudar. Já fui porteiro de colégio, sei do que estou falando. Praticam homophobia, sob seus pseudônimos tirados de filmes de pancadaria, insistindo na humilhação de qualquer homem que diga que compraria um carro assim.

Quem compra um eléctrico ou um híbrido, como o A1 E-Tron, não está preocupado em fazer Lamborghini comer poeira, isto o Tesla já faz com competência. Está interessado em fomentar a evolução, ficar em paz com a consciência e banir a ditadura do custo/benefício, preferindo o benefício que se estende a toda a comunidade. Ou vocês pensam que os primeiros fregueses de Karl Benz não estavam cientes das limitações de sua invenção? Já houve perseguição a donos de automóveis em alguns países, o lobby das ferrovias quase conseguiu proibí-lo, até encomendando “laudos científicos” que “comprovassem” que a aceleração de um carro poderia romper órgãos internos. Imaginem se eles pudessem ter previsto o Bugatti Veyron! Só que nunca foi tão fácil reunir uma turma de inúteis para fazer mal a alguém, nem tão fácil disperssá-la para evitar pistas. É o lado negro da internet.

Para o alívio de quem se tornou adulto depois dos dezoito anos, há uma maioria absoluta que forma a clientela da Audi que não se impressiona e não se deixa pressionar por esses moleques. Gente que paga mais de um terço a mais por um Fusion Hybrid para poder rodar sem poluir, ao menos na cidade. Ele, aliás, também um sucesso de vendas, já vi ao menos três em Goiânia, só nos lugares aonde mais vou. No que depender do médio-grande da Ford, o A1 E-Tron e o A3 E-Tron sedã (também já com interessados) desembarcam por cá com boas perspectivas de vendas. Se até o Mercedes-Benz E-400 Hibrido, que custa uma pequena fortuna, está saindo, por que não o compacto?

Pensando bem, compraria três, um daria de presente a uma amiga maluquinha.

P.S: Vejam também o A3 E-Tron hatch, que roda 140km e atinge 145km/h, limitados electronicamente aqui. Este pode receber as duas portas extras que tem sem prejuízos para os usuários.

Anúncios