Se há uma marca ainda pouco popular no Brasil, mas que tem minha admiração, é a Subaru. Seus carros têm meu respeito não pela performance, para mim isto é secundário, mas eles têm. A admiro pela robustez, pela confiabilidade, pela tração nas quatro rodas e, principalmente, por terem pêgo o motor do Fusca e o feito evoluir como a vw disse que seria impossível: muito, a custos razoáveis e sem perder a solidez.

Agora a japonesa mostrará no salão de Tóquio, dia trinta próximo, uma perua conceitual híbrida. A Advanced Tourer Concept traz elementos da Hybrid Tourer Concept de 2009, só que com mais chances de chegar às ruas como a nova perua Legacy. Mais aqui, aqui, aqui e aqui.

Elegante e opulenta, chegando a ser sensual em suas curvas, a ATC  usa o confiável boxer 1,6l turbo de injeção directa com câmbio cvt, auxiliado por um motor eléctrico alimentado pelas tradicionais  baterias de íon de lítio. Em baixas velocidades, ele trabalha sozinho.

Vinte centímetros menor do que a perua Legacy de linha, o conceito tem 4,58m de comprimento, a tradição de tração integral como elemento de segurança activa foi mantida, e sem dúvida chegará ao carro de linha. Na tampa do volante, que abriga o air-bag, há uma tela para GPS e acesso à internet que deve migrar para o console central, quando for à linha de montagem.

Sem dados de desempenho e autonomia, sabe-se apenas que a bela japonesa trará à luz a nova geração dos Legacy. A previsão é de estréia no fim de 2013, mas sua importação para o Brasil não foi mencionada… Ainda é cedo para tanto, mas os entraves que já conhecemos encarecerão muito a nova família. Embora o brasileiro já tenha demonstrado disposição para pagar mais por um híbrido.

Mais sobre o Salão de Toquio, no website do próprio, aqui.

Anúncios